Vamos conversar pelo WhatsApp agora

15/08/19
Biomagnetismo médico

A técnica tem se mostrado eficiente no tratamento de mais de 600 doenças. A cura acontece quando se corrige a alteração iônica dos tecidos afetados, retornando ao ponto de equilíbrio

O médico mexicano Dr. Isaac Goiz Duran, em 1988, desenvolveu uma metodologia conhecida como Biomagnetismo Médico. Este sistema terapêutico consiste em se utilizar imãs poderosos que vão atuar sobre as células do corpo, proporcionando o equilíbrio energético e do pH (potencial de hidrogênio), para combater e eliminar vírus, bactérias, fungos, parasitas, que são a causa de diversas doenças, patologias e disfunções de órgãos.

Esse sistema é um potente método preventivo atuando a nível do corpo energético, que consiste em reconhecer no corpo os pontos de energia em desequilíbrio que causam doenças. Esse reconhecimento é feito por meio de ímãs que são aplicados em diferentes áreas do corpo como se fosse um scan biomagnético. O tratamento procura o equilíbrio bioenergético das células, através do biomagnetismo exercido pelos imãs, de uma maneira fácil e cômoda, tratando de uma forma não invasiva.

Cada órgão ou tecido do nosso corpo tem maior ou menor grau de acidez ou alcalinidade, que pode ser verificado por meio da concentração de hidrogênio. Pessoas com algum tipo de doença apresentam excesso de íons eletropositivos (toxinas, radicais livres etc.), que acidificam as células, os órgãos, o sangue e as secreções.

Quando um tecido corporal tem polaridade positiva (acidez), pelo excesso de íons de hidrogênio, haverá outro com polaridade negativa (alcalino), e é exatamente essa alteração de polarização que, na perspectiva do biomagnetismo médico, que dá origem à doença.

A permanência do tecido numa condição de pH alterado vai permitir o desenvolvimento de vírus, onde o pH é mais ácido, e de bactérias, onde ele é mais alcalino. Vírus e bactérias comunicam-se entre si, por meio da denominada biorresonância magnética, e potencializam o desenvolvimento de diversas doenças e patologias.

A técnica tem se mostrado eficiente no tratamento de mais de 600 doenças. A cura acontece quando se corrige a alteração iônica dos tecidos afetados, retornando ao ponto de equilíbrio. O biomagnetismo equilibra e restabelece o sistema defensivo do corpo humano ao criar, por meio da colocação de ímãs, um campo magnético que permite tornar incompatível o desenvolvimento e a existência de vírus, bactérias, fungos e parasitas em um campo totalmente inacessível para eles.

Rua Dona Balbina 230, Sala 43, Porto Ferreira SP • (19) 98124.9837 • aribeiro1965@uol.com.br